Miguel Alcade Bridal Atelier | Pink é a cor mais quente em diamantes
12190
post-template-default,single,single-post,postid-12190,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Pink é a cor mais quente em diamantes

Pink é a cor mais quente em diamantes

Eu sei que vocês amam novidades e adoram ficar por dentro do mundo da joalheria. Então aqui vai um post pra gente sonhar, suspirar e ficar ligado numa tendência luxuosíssima! Hoje, na alta joalheria, não há nada mais glamouroso e desejado do que o pink Diamond! Podem anotar e já colocar na lista de natal e pedir pro Papai Noel caprichar numa linda linda com essa gema.

Essa tendência está bombando desde que o diamante Pink Legacy foi colocado à leilão, deixando os amantes de joias com os olhinhos brilhando desejo. Eis que a preciosidade, que estava avaliada entre 30 e 50 milhões de dólares, foi arrematada por nada menos que 44 milhões de euros em um leilão da Casa Christie’s em Genebra. A gema tem 18,96 quilates e bateu recorde por quilate pago a uma pedra desta cor.

Antes dessa pedra deixar o mundo estarrecido, esse recorde era do The Pink Promise, um diamante rosa ‘fancy vivid’ de forma oval de pouco menos de 15 quilates, por US$ 32,48 milhões, o equivalente a US$ 2,17 milhões por quilate.  Esse espetacular diamante rosa foi descoberto há quase cem anos na África do Sul, foi lapidado nos anos 1920 e pertencia à família Oppenheimer, que dirigiu durante várias décadas a De Beers, empresa reconhecida mundialmente pela qualidade dos diamantes.

O Pink Legacy foi arrematado pela joalheria americana Harry Winston, que pertence ao grupo suíço Swatch, e agora foi renomeada e chamada de “Winston Pink Legacy”. O valor de “US$ 2,6 milhões por quilate é um recorde mundial por quilate para um diamante rosa, uma exorbitância que somente os super milionários podem sonhar. Mas pudera! Essa maravilha da natureza é mesmo muito especial.

O diamante é classificado como do tipo “fancy vivid”. Isso significa que tem o maior grau de intensidade na escala de cor. Diamantes desse tipo com mais de dez quilates raramente surgem em salas de leilões. Eles integram a categoria de diamantes IIa, com pouquíssimo ou até nenhum rastro de nitrogênio, característica reservada a menos de 2% das gemas. Isso significa que são os diamantes mais puros quimicamente, apresentando um brilho e uma transparência excepcionais. E agora que já foi vendido, só nos resta sonhar e suspirar!

Beijo, beijo!

Miguel Alcade

 

Tags:

No Comments

Leave a Comment