Miguel Alcade | As joias que marcaram o romance Edward e Wallis Simpson
9044
post-template-default,single,single-post,postid-9044,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

As joias que marcaram o romance Edward e Wallis Simpson

As joias que marcaram o romance Edward e Wallis Simpson

Me julguem: histórias de amor me emocionam de verdade!!! Acho lindo quando o casal supera todo tipo de dificuldade para estar juntos e a paixão vence os obstáculos. Sou desses… rsrsrs. Em particular, uma história que eu adoro tem como pano de fundo as mais lindas joias que já foram criadas pelas Maisons mais luxuosas do planeta. Estou me referindo ao romance que marcou época, de Edward e Wallis Simpson, ou do Duque e da Duquesa de Windsor.

Ele era nada menos que o rei Edward 8º, da Inglaterra, e deixou o trono, o título e todas as regalias para se casar com a divorciada americana Wallis Simpson. Esse ato de amor foi considerado uma traição à Inglaterra e o ex-rei foi enviado para o exílio na França.

É verdade que houve quem acusasse Wallis de ser uma oportunista. Porém, é inegável o amor profundo e duradouro que Edward sentiu por ela. Prova disso são as joias trocadas pelo casal. Meninas, que acervo maravilhoso!!! Os Windsor amavam joias, e as usavam para trocar brincadeiras e marcar as etapas de sua vida em comum. Fica a dica para vocês proporem aos maridos, namorados, amantes, etc… rsrsrs!

Uma das joias mais famosas é um bracelete de diamantes criado pela Cartier. A peça é adornada com nove discos de platina com diamantes, safiras, esmeraldas, ametista e águas-marinhas – cada qual com uma lembrança de um momento decisivo em suas vidas: “Deus salve o rei de Wallis”, diz um deles, datado de 1936, o ano da abdicação. Outra joia é um elegante, e raro, relógio de bolso de platina com as fases da lua, feita pelo relojoeiro de Genebra Haas Neveux por volta de 1925.

Mas entre tantas preciosidades, a pulseira de cruzes se destaca pelo romantismo. Era a peça favorita da duquesa, com nove cruzes, cada uma representando um acontecimento importante da vida do casal. A de safiras, esmeraldas e diamantes celebra bodas do casamento; a de rubi lembra a ocasião em que Eduardo tomou a decisão de se casar com Wallis e a de safira amarela comemora a recuperação dela após cirurgia de retirada de apêndice.

Outra pulseira clássica é a pantera articulada coberta de diamantes e ônix, que depois de ser criada em 1952 sob encomenda por Jeanne Toussaint, da Cartier, virou um dos ícones da joalheria. Uma das minhas preferidas é o fabuloso colar de rubi e diamante criado pela Van Cleef & Arpels e encomendado pelo Duque de Windsor para a Duquesa como presente para o aniversário de seus 40 anos. O fecho do colar é a inscrição “Meu Wallis de seu David” e datado de 19 de junho de 1936. Tem algo mais chique e romântico? Pois é… Parte desse incrível acervo de joias acabou sendo leiloado, perpetuando essa incrível e milionária história de amor. Um sonho…

Beijo, beijo!

Miguel Alcade

 

Sem Comentários

Deixar um comentário