Miguel Alcade Bridal Atelier | Índia, fascínio, cultura e tradições
6872
post-template-default,single,single-post,postid-6872,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Índia, fascínio, cultura e tradições

Índia, fascínio, cultura e tradições

Minhas queridas princesas e rainhas, estou com saudades de vocês! Quem me segue nas redes sociais deve saber que fui logo ali ver o mundo… rsrsrs. Parti em viagem para levar o espírito para vivenciar outras culturas, descobrir novidades e me inspirar para o trabalho e para a vida! Ainda estou na estrada, mas hoje consegui parar um pouquinho para compartilhar com vocês um pouco do muito que tenho visto e vivido.

Estou na Índia nesse momento, mais precisamente em Delhi, a segunda maior e mais importante cidade do País, atrás apenas de Mumbai. Deli é repleta de gente e tráfego por toda parte, uma verdadeira loucura que faz o nosso Brasil parecer muito organizado! A região foi a capital da região desde a época do domínio do Império Mogol em 1638, mas quando os britânicos passaram a dominar grande parte da Índia, a cidade perdeu seu posto, mas jamais sua importância. Hoje Nova Deli, é a capital do governo indiano e, por causa dessa miscigenação por aqui se ouve vários idiomas, como hindi, urdu, punjabi e inglês.

miguel-alcade-em-viagem-a-india india-viagem-miguel viagem-e-turismo-india-miguel-alcadeviagem-indiaindia-viagem-miguel-alcade-vestido         turismo-a-india-miguel-alcade

 

 

 

 

Por aqui, a riqueza cultural e estética é indescritível e simplesmente maravilhosa! Para quem ama joias e casamento, como nós, há muito o que desvendar por aqui! Tanto que um post apenas é pouco para tudo o que quero compartilhar com vocês, minhas queridas! Prometo fazer uma série completa mostrando tudo o que estou vendo aqui sobre casamento e joias. Não percam! Enquanto isso, vou falar um pouquinho mais sobre essa terra tão fascinante e exótica.

Para vocês terem ideia, a Índia é o maior consumidor mundial de ouro. As pessoas daqui tem uma verdadeira veneração pelo ouro e pelas pedras preciosas. Até mesmo as pessoas mais humildes fazem questão de se adornar com joias, todas muito ricas em detalhes e com um design bem peculiar. Há várias castas de joalheiros, todos com tradição milenar, e uma multidão de artesãos. A joia indiana está tradicionalmente ligada ao casamento e existem muitas regras em função da religião. Ao término do ato do casório é comum o pai da noiva dizer para o genro: “Agora eu lhe entrego esta menina adornada de ouro”. O único bem pertencente à mulher são as joias, que ela recebe da sua família ao se casar. Caso o casal se divorcie ela vai ter direito de levar apenas suas joias. Todo o resto fica para a família do marido. Se enviuvar não poderá mais usar as joias, que serão dadas as suas filhas.

Interessante, não?! Mas é apenas o começo! Depois conto muito mais para vocês!

Beijo, beijo!

Miguel Alcade

indias-joias joias-indianas-viagem joias-indianas

miguel-alcade-viagem-indiaturismo-na-india-miguel-alcadeturismo-india-miguel-alcade

 

1Comentário
  • Amanda/ 04.11.2016Responder

    Que pena essa submissão feminina na India! Mas muito interessante a cultura!!
    Are Baba rs

Deixar um comentário