Miguel Alcade Bridal Atelier | Meghan e Harry: Joias e tradições no casamento do ano
10800
post-template-default,single,single-post,postid-10800,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Meghan e Harry: Joias e tradições no casamento do ano

Meghan e Harry: Joias e tradições no casamento do ano

E finalmente aconteceu! O casamento mais esperado do ano foi como a gente imaginava: cheio de emoção, joias surpreendentes e, claro, repleto de tradições! Por mais que se trate de Meghan Markle, que está chegando para sacudir e atualizar alguns conceitos da realeza (ela é americana, divorciada, negra e feminista, o que não é pouco quando estamos falando da família mais tradicional que existe nesse planeta!). Ainda assim, meninas, se trata de um casamento britânico e é claro que seria cheio de pombas e circunstâncias!

A noiva do ano estava linda num vestido Givenchy feito sob medida para ela  e usou uma Tiara emprestada, que pertence a Rainha Elizabeth. A peça andava meio sumidinha e não estava em nenhuma lista de apostas, a Filigree Tiara. A joia foi usada bem no topo de elegante coque e por baixo do longo véu, uma escolha perfeito para Meghan, que tem os traços delicados e ficou muito mais sofisticada com os cabelos presos. Mas não posso deixar de dizer que ela frustrou as nossas expectativas de beleza em termos de make up. Mesmo em se tratando de um casamento diurno, ela poderia ter caprichado mais e trabalhado a pele com uma maquiagem que fosse, no mínimo, digna de uma princesa e estivesse à altura de uma joia importante como essa.

Cravejada de diamantes, a joia foi feita para a rainha Mary em 1932. O diamante central a joia foi dado à monarca em 1893 e a peça tem desenhos geométricos e foi muito usada por Mary, mas desde 1953 não era vista em público. Para completar, a noiva usou delicados brincos de diamantes do joalheiro francês Cartier, além de uma pulseira simples de diamantes, também da grife, em sua mão direita.

As alianças foram feitas com o ouro galês, tradição que vem desde o casamento da rainha-mãe em 1923. Harry e Meghan escolheram a Cleave & Company de Londres para criar os anéis reais. Já o deslumbrante anel de noivado da atriz, é composto de três diamantes, com uma grande pedra no centro ladeada por duas menores nas laterais, que pertenceram à Lady Di. Um dos diamantes é de Botsuana, país que representa o amor de Harry pela África e destino que visitou com Meghan no verão passado.

Inspirador, não foi, meninas? Aposto que desse evento ainda vamos ver, ao longo desse ano, muitas releituras e interpretações.

Beijo, beijo!

Miguel Alcade

 

 

 

No Comments

Leave a Comment