Miguel Alcade Bridal Atelier | A classificação do diamante de acordo com a cor
7336
post-template-default,single,single-post,postid-7336,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

A classificação do diamante de acordo com a cor

A classificação do diamante de acordo com a cor

Série diamante – capítulo 5

 

Outro critério importante de avaliação dos diamantes é a coloração que, por incrível que pareça, apresenta nuances que podem diferenciar muito uma gema da outra. E não estamos falando dos diamantes coloridos (que destacarei em outro capítulo), mas sim dos tons que podem eventualmente surgir nessa gema, popularmente famosa em sua versão incolor.

Após a lapidação, fator que expliquei no post anterior, a cor é o segundo critério de classificação dos diamantes e, de acordo com ela, quanto mais incolor, mais valioso será o diamante. Desse modo, a cor é avaliada com base na comparação com tonalidades já reconhecidas de acordo com um parâmetro internacional. Com a luz adequada e um conjunto de “gemas padrão”, os diamantes são então classificados pela cor através do método da comparação visual.

É claro que essa avaliação é feita por técnicos especializados e extremamente experientes de instituições renomadas. GIA (Gemological Institute of America – Instituto  Gemológico da América), C.I.B.J.O. (Confédération Internationale de la Bijouterie, Joaillerie, Orfevrerie, des Diamants, Perles et Pierres – Confederação Internacional de Joalheria, Ourivesaria, Diamantes, Pérolas e Pedras) e Scan D.N. (Nomenclatura escandinava, que usa critérios de classificação de cor e pureza em conformidade com os padrões do GIA), são os mais conceituados.

Além da comparação, é possível determinar a cor do diamante também através o uso do colorímetro, instrumento já desenvolvido para essa finalidade. O problema é que se as proporções da gema analisada estiverem incorretas, ou o diamante for fluorescente ou de cor ligeiramente distinta, os resultados podem diferir daqueles conquistados pelo método visual, não sendo tão preciso.

A série utilizada para a comparação visual é a amarela, já que esse tom é o mais comum nos diamantes, por conta das impurezas de nitrogênio, que se ligam facilmente ao carbono durante a cristalização. Entretanto, sabemos que esse amarelo dos diamantes é algo extremamente sutil, por essa razão é necessária uma equipe extremamente capacitada para realizar a avaliação. Vale lembrar que é raríssimo encontrar um diamante sem nenhum traço de nitrogênio e, quando encontradas, são, certamente, os mais valiosos. Esses são os chamados “diamante de primeira água” ou “diamante branco azul”.

Beijo, beijo,

Miguel Alcade

 

5Comentários
  • marco/ 14.05.2017Responder

    por gentileza, sabe o nome da escala em que se coloca o diamante e vai se comparando para saber qual é a cor? onde posso comprar? grato pela atençao.

  • marco/ 14.05.2017Responder

    por gentileza, sabe o nome da escala em que se coloca o diamante e vai se comparando para saber qual é a cor? onde posso comprar? grato pela atençao.!

  • marco/ 14.05.2017Responder

    por gentileza, sabe o nome da escala que classifica os diamantes pela cor, por comparaçao, onde encontro para comprar? grato.

  • Edegar/ 27.08.2017Responder

    Diamante azul tenho 6 pedras médias azul bem Forte quanto Valéria o kilates esses meus pesada em balança deu 3.6 gramas uma
    A outra 2.9 gramas
    9.8 grama
    5.4 grama
    2.3 grama
    37 .2 grama

  • Cristais Brasileiros/ 11.09.2017Responder

    ATENÇÃO: Temos visto que muitas pessoas tem PEDRAS, OURO E JOIAS e não sabem o seu tipo, valor e nem para quem vender os mesmos.
    Assim, se precisar podemos te ajudar a IDENTIFICAR e também em VENDER o que possui pelo melhor valor.
    Entre em Contato por e-mail: cristaisbrasileiros@gmail.com ou Whats: (054)99627-6129.

Deixar um comentário