Miguel Alcade Bridal Atelier | As magníficas tiaras da Rainha Vitória
10520
post-template-default,single,single-post,postid-10520,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

As magníficas tiaras da Rainha Vitória

As magníficas tiaras da Rainha Vitória

Cheguei há pouco de Nova Iorque, mas já estou com vontade de arrumar as malas e partir rumo a Inglaterra! E, se eu pudesse, levaria todas vocês comigo só para que pudessem ver, ao vivo, algumas das tiaras mais espetaculares da história da joalheria!

Desde o dia 30 de março está acontecendo na capital britânica uma exposição com alguma das joias preferidas da Rainha Vitoria. Para quem não sabe, Vitória foi a rainha que desafiou os costumes e, vez de um casamento arranjado por questões comerciais, como era costume, escolheu seu marido por amor. E foi ela também que criou a tradição da noiva se casar com vestido branco.

De personalidade marcante, a rainha tinha uma queda especial por joias poderosas, muitas das quais estão ligadas a sua história de amor com o príncipe Albert, com quem permaneceu casada por 21 anos. Entre os destaques da exposição está a famosa tiara de esmeralda e diamantes, desenhada pelo próprio príncipe Albert. Tem coisa mais romântica, meninas? Se ganhar uma joia dessa já é uma prova de amor, imagine ela ter sido desenhada em detalhes pelo próprio amado? Que força tinha essa mulher, não?!?!

Então é nela que vamos nos inspirar! Vitoria gostou tanto da tiara que encomendou uma parure completa (um conjunto), com broche, colar e brincos, para combinar com a joia de cabeça. Um luxo!

E vejam que lindo: os netos de Victoria e Albert continuaram a tradição de presentear joias para marcar ocasiões especiais. Dois desses presentes reais fazem parte dessa mostra, incluindo a majestosa tiara Fife, que a princesa Luisa recebeu no dia do casamento, em 1889.

Outra joia sensacional é uma tiara de franja que foi um presente dos pais de Louise, o Príncipe e a Princesa de Gales (mais tarde o Rei Eduardo VII e a Rainha Alexandra). A peça representa os descendentes da rainha Victoria em toda a Europa. Sua construção versátil revela que a tiara poderia ser usada como um adorno de cabeça ou convertida em um colar, uma inovação para a época.

Simplesmente maravilhosas… E valem mesmo uma visitinha até Londres, não é mesmo? A exposição, por enquanto, é permanente e não tem data para terminar. Vamos???

Beijo, beijo!

Miguel Alcade

 

No Comments

Leave a Comment