Miguel Alcade | Jaipur, um destino imperdível para os amantes de joias
6995
post-template-default,single,single-post,postid-6995,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Jaipur, um destino imperdível para os amantes de joias

Jaipur, um destino imperdível para os amantes de joias

Pense numa criança feliz brincando num parque de diversão… Sou eu aqui em Jaipur, Capital do estado do Rajastão! Depois de um mergulho introspectivo em Varanasi, e de ter contato com a face mais espiritualizada da Índia, me joguei no lado material desse país, que respira ouro!!! rsrsrs. Por essa região, o nobre metal está por toda parte. Maior consumidor mundial de ouro, a Índia tem verdadeira adoração pelas joias. Em Jaipur isso fica ainda mais evidente, pois a cidade é um centro global de cortes de pedras preciosas e design de joias.

Aqui já se percebe um pouco mais de modernidade, se é que podemos usar essa palavra quando nos referimos à índia. Mas já há hotéis de bandeiras americanas e um certo avanço econômico, mas ainda assim, Jaipur é uma cidade com aquele típico caos de gente, pedintes nas ruas e muito tráfego. Há muitas joalherias nessa região, com marcas tradicionais tanto no atacado quanto no varejo, que apresenta peças luxuosíssimas. Tudo é muito fechado e cercado de mistério e, infelizmente, as joalherias não permitem que se fotografe as peças e não pude registrar para mostrar para vocês as peças maravilhosas que vi por aqui.

2016-10-20-photo-00000257 2016-10-20-photo-00000258 2016-10-20-photo-00000259 2016-10-20-photo-00000260 2016-10-20-photo-000002612016-10-20-photo-00000264

 

Algumas joalherias trabalham exclusivamente com peças para casamentos, tamanha é a importância das joias nesse evento que é profundamente reverenciado pelas famílias indianas. As noivinhas mais abastadas costumam usar grossos colares adornados com diamantes, rubis, pérolas, especialmente, além de muita esmaltação no ouro. O design é bem típico e muito rebuscado, cheio de detalhes e símbolos milenares que representam todo tipo de sorte para o casal. O que mais impressiona, além da quantidade de peças de ouro é a exuberância dos conjuntos, que são realmente de tirar o fôlego.

Uma peça que achei puro charme por aqui, e que lamento muito as brasileiras ainda não investirem, são as joias caem sobre a testa, chamada Tikka ou Maang Tikka. Esse adorno é usado pelas indianas festas importantes, como o casamento. Tanto a noivinha quanto as convidadas não dispensam essa joia, que agrega muito charme e um toque de mistério ao visual. O design da peça varia de acordo com a região, mas atualmente se usam por aqui modelos mais modernos e arrojados.

Como não pude fazer fotos das joias de ouro, mostro a vocês as joias da arquitetura de Jaipur.  Conhecida como a cidade rosa, em 1876 o Marajá Sawai Ram Singh ordenou que toda a cidade fosse pintada dessa  cor, por causa da visita do Príncipe Albert, do Reino Unido, império que colonizava o país. A moda pegou e até hoje Jaipur tem muitas construções nesse tom. O cartão-postal da cidade é o Hawa Mahal, nome que significa “Palácio dos Ventos”. Com quase 1000 janelas, a construção era parte do Palácio Real, outro importante ponto turístico da cidade. Outro palácio maravilhoso é o City Palace, um complexo de pátios, palácios e jardins foi construído sob ordens do marajá Jai Singh II. Dentro de suas instalações encontram-se algumas exibições com a história da monarquia local, tapeçarias de incrível beleza, carruagens, armas e vestimentas. O marajá e sua família mantiveram seu poder sob o domínio da coroa britânica. Um luxo de arquitetura, poder e joias raras.

Me aguardem, meninas, porque estou fervilhando de ideias com todas essas lindas inspirações que ando vendo por aqui!

Beijo, beijo!

Miguel Alcade

2016-10-20-photo-00000267 2016-10-20-photo-000002682016-10-20-photo-00000269

2016-10-20-photo-00000270 2016-10-20-photo-000002722016-10-20-photo-00000271

 

2016-10-22-photo-00000278 2016-10-22-photo-00000279

 

 

Sem Comentários

Deixar um comentário